Marketing Digital passo a passo

Marketing Digital: passos iniciais para um bom planejamento.

Formalidades à parte, o contexto que apresento abaixo é um pequeno passo para muitos, mas um grande passo para quem deseja olhar de forma mais organizada e estruturada um planejamento de Marketing Digital inicial, aquele passo “B-A-BÁ“ ou, se preferir, um “Faça você mesmo!”.

Não falo sobre ferramentas digitais ou dicas / boas práticas para Facebook ou LinkedIn, por exemplo, mas, antes de tudo, o que é interessante pensar para alcançar de forma mais clara objetivos e metas, antes mesmo de colocar a mão na massa.

Ok, vamos lá 🙂

planejamento de Marketing Digital

Bom, uma das grandes dúvidas que sempre ouço ou sou questionado é: “Possuo uma ideia (ou blog, site, etc.), como eu faço para divulgar essa ideia na internet?”… Por onde começar? Ou então: como levar o meu negócio, produto ou serviço (ou de um cliente) para a web?

Certa vez, lendo um artigo de um famoso blog nacional, conclui uma questão interessante que, do citado momento até os dias atuais, me acompanha em todas as situações do universo digital e, por mais simples que seja a ideia ou o conceito (nada milagroso ou que já não tenha sido citado antes), abriu minha mente para um olhar mais criterioso na divisão do planejamento e das atividades do mundo digital: 3C’s.

Observando a Web mais de perto, vamos considerá-la como um grande universo composto por três elementos principais, ao mesmo agindo de forma isolada e conjunta dentro dos 3C’s:

  • Comunidade (Persona – Público – Redes);
  • Comércio (Funil de Vendas, Proposta de Valor, Oferta produto /serviço);
  • Conteúdo (Linguagem e Inbound Marketing).

Esses três grupos serão o nosso centro de atuação dentro de um planejamento de marketing digital inicial, pois, desenvolvemos conteúdo para uma comunidade no intuito de gerar comércio (seja ele moldado pelo capital social ou pelo capital financeiro propriamente dito). Quando pensamos em divulgar uma campanha na web ou um produto, obviamente devemos analisar nosso público, linguagem e proposta de valor e oferta de divulgação. Tudo isso envolve os 3C’s e as perguntas iniciais desenvolvidas:

Qual o meu público? Qual minha real proposta de valor para produto ou serviço oferecido? Como vou atingir esse público? Quais ferramentas e quais mídias são as mais qualificadas para uma ação de baixo custo e alto impacto?

Neste sentido, alguns pontos iniciais são de extrema importância para definir uma macro visão inicial no seu planejamento:

  • Tenha inicialmente uma visão geral dos seus 3C’s. Não necessariamente fique na frente do computador. Descubra como se comporta esse universo e tente, dentro do possível, levantar informações importantes sobre esses três pontos e como eles se encaixam no seu negócio / ideia (recomento conhecerem mais sobre as propostas apresentadas dentro do uso do Design Thinking nos negócios);
  • Desenvolva, perante os dados iniciais e o produto que deseja expor, um Business Model Canvas e conheça em detalhes quais os itens mais importantes de sua proposta de valor;
  • Saiba com quem você está falando: dentro do Business Model Canvas, você pode substituir as pequenas informações iniciais solicitadas para a construção da Segmentação de Clientes, pela definição da Persona;
  • Realize um Briefing acompanhando, também, um pouco da rotina de seu cliente, por exemplo. Nada melhor do que descobrir na prática três pontos fundamentais de uma empresa: Portfólio, Processos Comerciais e Visão Institucional (some missão, visão e valores. Não se esqueça de analisar como um todo esses três itens no dia a dia da mesma);
  • Canais de atuação atuais ou intenções futuras: esses elementos também são analisados no Canvas e são elementos importantes para posicionamento da marca e análise do branding.

Com base nas diversas informações coletadas nos processos acima apresentados (que já vão lhe exigir um tempo considerável) e, perante todos os itens formalizados, definimos os próximos passos:

  • Realize uma SWOT, Brainstorm e Cronograma de Mídia / Gestão de conteúdo;
  • Defina um orçamento para ações: curto, médio e longo prazos;
  • Faça um alinhamento de Portfólio, Institucional e Objetivos do negócio com todos os envolvidos;
  • Crie o seu plano de publicação (um mapa de mídia) semanal, defina campanhas (mensais, por exemplo) e datas ou eventos importantes que podem ser explorados durante todo o semestre / ano;
  • Faça a lição de casa de SEO e SEM: já pensar em todo o processo definindo desde o inicio algumas palavras-chave, por exemplo, irá lhe ajudar na formatação do conteúdo que será desenvolvido;
  • Importantíssimo: Defina sua metodologia de gerenciamento de projetos! Você pode imaginar a aplicação de forma mais simplificada do SCRUM ou Kanban, por exemplo, mantendo uma visão enxuta do necessário para dar os primeiros passos: tenha em mente estimativa de tempo para cada atividade, responsáveis e executores, cerimônias e reuniões que não burocratizem o processo e as operações, quais são as entregas e suas datas, quais ferramentas vou usar para o gerenciamento das atividades (Trello é uma excelente escolha inicialmente) e, não menos importante, quais atividades e seus status (atividades em aguardo para os próximos dias ou etapas, ou seja, o seu backlog. Atividades que serão executadas, que estão sendo executavas, que foram finalizadas, com conferência de qualidade e se as finalizações realmente ocorreram dentro do esperado).

Com esses passos iniciais, até um pouco além de um inicial básico, nos resta apenas definir alguns indicadores e metas que desejamos alcançar, usar da criatividade para desenvolver peças e campanhas para publicação nos canais e meios selecionados, e obter formas de acompanhamento destes itens (Google Analytics, por exemplo). Mas isto é tema para um outro bate-papo, ok.

Espero ter contribuído para um pequeno passo inicial 😉

Abraços!

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *